Desenvolvimento inicial de plantas de mandioca em sistema de cultivo mínimo e preparo convencional com diferentes massas de coberturas vegetais

  • Claudio Ribeiro Benetão Junior UEM/DEA
  • João Paulo Sierakowski UEM/DEA
  • Emily Caroline Bacon UEM/DEA
  • Felipe Franchini Skaraboto UEM/DEA
  • Reny Adilmar Prestes Lopes UEM/DEA
  • Raimundo Pinheiro Neto UEM/MPA
Palabras clave: plantio de mandioca; manejo do solo; desenvolvimento de plantas

Resumen

Os solos arenosos com cultivo de mandioca em sistema de preparo convencional sofrem intenso revolvimento, que pode acarretar desestruturação e adensamento do solo. O solo da região noroeste do Paraná é originário do Arenito Caiuá, apresentam na sua textura teor de areia oscilando entre 85% a 90%, possuindo níveis baixos de fósforo, potássio, cálcio, magnésio e baixo teor de matéria orgânica, geralmente com alta susceptibilidade à erosão. O experimento foi realizado no Campus do Arenito, Universidade Estadual de Maringá, em Cidade Gaúcha. Utilizou-se a variedade de mandioca Fécula Branca sobre preparo convencional e cultivo mínimo, com quatro composições de coberturas vegetais: aveia preta comum com crotalária juncea (AvC); aveia preta comum com milheto comum (AvM), aveia preta comum com crotalária juncea e milheto comum (AvCM) e aveia preta comum (Av). O desenvolvimento inicial das plantas de mandioca e massa seca das coberturas vegetais foram influenciados pelos sistemas de preparo do solo. O cultivo mínimo apresentou menores valores de diâmetro de colmo, altura de plantas e brotação de manivas. Enquanto que o preparo convencional, apresentou menor número de plantas e maior espaçamento entre plantas em parcelas sob aveia preta em sucessão de crotalária juncea com milheto e parcelas somente com aveia preta. A cobertura vegetal aveia preta sucessão com crotalária juncea, sob cultivo mínimo e aveia preta sucessão com crotalária juncea e milheto comum, sob preparo convencional, apresentaram os maiores valores de massa seca.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Claudio Ribeiro Benetão Junior, UEM/DEA

Graduando

João Paulo Sierakowski, UEM/DEA

Graduando, +55 4436758262, Brasil

Emily Caroline Bacon, UEM/DEA

Graduando, +55 4436758262, Brasil

Felipe Franchini Skaraboto, UEM/DEA

Graduando, +554436758262, Brasil

Reny Adilmar Prestes Lopes, UEM/DEA

Professor Associado, +554436758262, Brasil

Raimundo Pinheiro Neto, UEM/MPA

 Professor Associado, +554430115847, Brasil

 

Citas

Aguiar, E. B., Bicudo, S., Curcelli, F., Abreu, M. L., Passini, C. T., Brachtvogel, E. L., Cruz, S. S., 2009. Desenvolvimento da parte aérea da mandioca sob diferentes densidades populacionais em dois tipos de solo. In: XIII Congresso Brasileiro de Mandioca: Inovações e desafios, 2009, Botucatu. Anais... Botucatu: CERAT/UNESP

Carlos, J. A. D., COSTA, J. A.; COSTA, M. B. Adubação Verde: do conceito à prática. Piracicaba: ESALQ/DIBD. 2006. 32p. (Série Produtor Rural, 30).

Irolivea, E. A. M., Câmara, G. M. S., Nogueira, M. C. S., Cintra, H. S., 1998. Efeito do espaçamento entre plantas e da arquitetura varietal no comportamento vegetativo e produtivo da mandioca. Piracicaba: Scientia Agrícola, v.55, n.2, p. 269-27

Fialho, J. F., Vieira, E. A., 2011. Seleção participativa de variedades de mandioca na agricultura familiar. Planaltina: Embrapa Cerrados, 76 p

Lopes, R. A. P., Milani, J. L. B., Skaraboto, F. F., Dorne, E. O., Lozano, C. S., Silva, D. R., 2015. Altura de plantas, produtividade e teor de amido de mandioca com diferentes manejos e hastes sulcadoras. In: XVI Congresso Brasileiro de Mandioca/ I Congresso Latino-Americano e Caribenho de Mandioca, 2015, Foz do Iguaçu. Anais... Foz do Iguaçu: CERAT/UNESP

Oliveira, E., Medeiros, G. B., Marun, F., Oliveira, J. C., SÁ, J. P. G., Filho, A. C., Kranz, W. M., Silva J. R. N. F., Abrahão, J. J. S., Guerini, V. L., Martin, G. L., 2000. Recuperação de pastagens no Noroeste do Paraná: bases para plantio direto e integração lavoura pecuária. Londrina: IAPAR, 2000, 96p. (Informe de Pesquisa, 134).

Valle, T. L., Feltran, J. C., Carvalho, C. R. L., 2008. Mandioca para produção de etanol. Campinas: Portal Instituto Agronômico, 16p
Publicado
2018-12-25
Cómo citar
Benetão Junior, C. R., Sierakowski, J. P., Bacon, E. C., Franchini Skaraboto, F., Prestes Lopes, R. A., & Pinheiro Neto, R. (2018). Desenvolvimento inicial de plantas de mandioca em sistema de cultivo mínimo e preparo convencional com diferentes massas de coberturas vegetais. Ingeniería Y Región, 20(1), 32-37. https://doi.org/10.25054/22161325.1926
Sección
Artículos